Ação de Formação – Plantas Exóticas, uma ameaça à biodiversidade

Ação de Formação Adiada
Seguindo as recomendações da OMS e da DGS o FAPAS suspendeu todas as suas atividades públicas. Por esse motivo esta ação de formação será adiada para data a definir posteriormente.

Ação de Formação
PLANTAS EXÓTICAS INVASORAS, uma ameaça à biodiversidade
(Espécies, situação e propostas de mitigação) / (3ª Turma)

Entidade Promotora: Centro de Formação FAPAS

A ação de formação “PLANTAS EXÓTICAS INVASORAS, uma ameaça à biodiversidade (Espécies, situação e propostas de mitigação” visa dotar os participantes de conhecimentos que permitam ter na escola um efeito multiplicador e contribuir de forma activa para a prevenção e resolução do problema das invasões biológicas. As espécies invasoras são consideradas como uma das maiores ameaças à biodiversidade a nível global sendo responsáveis por mais de € 10 biliões/ ano de prejuízos a nível Europeu. No entanto, a temática é ainda desconhecida de grande parte dos cidadãos os quais inadvertidamente podem facilitar o aumento dos problemas causados pelas espécies invasoras. É assim fundamental aumentar o conhecimento e a divulgação sobre esta problemática.

Objectivos
 Aumentar o grau de conhecimento sobre a problemática das plantas exóticas invasoras.
 Apresentar exemplos de boas práticas que permitam prever a sua expansão ou mitigar suas consequências.
 Dar a conhecer o papel que a prevenção pode desempenhar, adoptando comportamentos responsáveis.
 Discutir metodologias para se operacionalizar com os alunos os conteúdos das comunicações e dos workshops
 Implementar actividades de educação ambiental/ sensibilização, sobre a temática, como componente da prevenção do problema.

Público-alvo: Professores dos Grupos 230, 420 e 520
Nº de horas acreditadas: 15.00H

Local: Auditório da sede do FAPAS (Rua das Alheiras, nº 960; 4415-154 Pedroso (Vila Nova de Gaia)

Inscrição: Deverá enviar a ficha de inscrição preenchida para
secretariado@fapas.pt

Programa│sessões teóricas; sessões práticas (incluindo sala e campo)
18 de Abril de 2020

9.00H Receção dos participantes
9.30H As árvores das nossas cidades
(Nelson Matos)
10.30H12.30H
Plantas invasoras: Introdução, legislação e impactos.
(Nelson Matos)
12.30H debate
Intervalo para almoço
14.00H Principais espécies, identificação e controlo de plantas invasoras em Portugal
(Nelson Matos)
17.00H Sugestão de actividades a desenvolver em escolas
(Nelson Matos)
18.00H debate

2 de Maio de 2020
9.00H18.00H
Visita guiada ao Parque do Buçaquinho
(Nelson Matos)
Fim das actividades
Avaliação

CONTACTO INSCRIÇÕES/ INFORMAÇÕES:
Tel: 911197121
Correio electrónico: secretariado@fapas.pt
Data limite de inscrição: 16 de Abril de 2020
PAGAMENTO: 75€
Transferência Bancária, para o NIB: 003300004533319667205

Formador
Nelson Matos
Licenciado em Planeamento Regional e Urbano pela Universidade de Aveiro (tendo enveredado pelo ramo do planeamento ambiental), com formação pós-graduada e profissional em recursos florestais, em dinâmicas sociais, riscos naturais e tecnológicos, ecologia florestal, planeamento e gestão florestal e sistemas de informação geográfica, desenvolve há mais de uma década, em reconhecidas instituições, trabalhos de consultoria, investigação, implementação, gestão e operacionalização de projetos para a salvaguarda e valorização florestal, em estreita ligação com os usos sociais da floresta.
Com uma passagem pelo Ministério do Ambiente e Ordenamento dos Países Baixos em projeto de monitorização ambiental, foi consultor na Sociedade Portuguesa de Inovação em projetos de sustentabilidade social ambiental e territorial, fez investigação no Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra na área da socio-ecologia das florestas, coordenou o Setor de Planeamento e Gestão Florestal, Ambiental e de Paisagem da Mata Nacional do Buçaco, fez parte da equipa de coordenação de projeto no departamento de Biologia da Universidade de Aveiro, designadamente do Forest-IN visando a capacitação de agentes do setor florestal com principal enfoque nos proprietários e produtores , encontrando-se atualmente a coordenar o projeto CareForest cujo objetivo é o de capacitar para a educação florestal na comunidade escolar.

Uma iniciativa do Centro de Formação do FAPAS

Pretende saber mais informações, contacte-nos

  • (*) RGPD (REGULAMENTO GERAL SOBRE A PROTEÇÃO DE DADOS - EU 2016/679)
    Os dados pessoais aqui recolhidos, para efeito de envio de informações e (no caso dos sócios efetivos) quotização, serão guardados enquanto a relação de associado se mantiver. Se pretender que os dados sejam corrigidos, restringidos ou eliminados, deve contactar o FAPAS, via email, para fapas@fapas.pt, ou através de carta registada para a morada indicada no rodapé desta página.
  • Este campo é para efeitos de validação e deve ser mantido inalterado.