Concurso Curtas-Metragens Ambientais FAPAS 2021

A FAPAS convida a Comunidade Escolar a participar no CONCURSO DE CURTAS AMBIENTAIS para estudantes do ensino Básico e Secundário. Este concurso tem como […]

Saber mais

Almanaque da Biodiversidade Portuguesa

Monachus monachus

– Alimenta-se diariamente de cerca de 12 % do seu peso em peixe e outros animais marinhos – pode viver até aos […]

Saber mais

Adalia bipunctada

Adalia bipunctada (Joaninha-de-duas-pintas) Apesar do seu tamanho diminuto, cores atrativas e aparência doce e delicada, as joaninhas são predadores vorazes que ao longo da […]

Saber mais

Isurus oxyrinchus

O predador da semana é o tubarão-anequim ou tubarão-mako (Isurus oxyrinchus). As fêmeas podem atingir os 4 m de comprimento (os machos […]

Saber mais

Allium ampeloprasum

– Autóctone e presente em quase todo o território nacional – Tem uma variante doméstica – Planta bulbosa Se o manjerico é […]

Saber mais

Comunicados de imprensa

Apresentação da Coligação Cívica – Participar no PEPAC

Expressa o consenso das vinte e uma organizações coligadas sobre a missão e objetivos a prosseguir, a visão que partilhamos e os […]

Saber mais

Ministério da Agricultura ignora peritos nomeados, académicos e ONGAs na elaboração do Plano Estratégico da PAC e coloca em causa Pessoas e Ambiente

 A ROCHA | ADPM | ALDEIA | Almargem | ANP|WWF | ATN | FAPAS | GEOTA | LPN | PALOMBAR | QUERCUS […]

Saber mais

Em defesa do Baixo Vouga e da Ria de Aveiro, Sítio da Rede Natura 2000

COMUNICADO 5/2021 08/07/2021 Meio século de previsão dos ambientalistas e meio século de ideias obsoletas da administração pública A partir de 1979 […]

Saber mais

Em defesa da Barrinha de Esmoriz, sítio da Rede Natura 2000

COMUNICADO 06/07/2021 Desde há muitos anos (pelo menos desde 1976) que o movimento ambientalista defende a classificação da Barrinha de Esmoriz como […]

Saber mais

Eventos

Aprender no Campo – Formação acreditada

DATAS: 16, 23 de outubro; 6, 13 de novembro HORÁRIO – 16 de outubro 9.30-12.30h; restantes dias 14.30-18.30h – Curso desenvolve-se ao […]

Saber mais

Preservar a Biodiversidade, uma das Vertentes da Educação para a Cidadania

Objetivos: – Desenvolver uma consciência ecológica; – Reconhecer a importância da preservação da biodiversidade; – Desenvolver competências para educar para a cidadania […]

Saber mais

Junta o teu Grupo, Uma Câmara e… Ação!!!

Estamos a preparar algo! Fica Atento às nossas redes sociais. https://www.facebook.com/FAPASPT https://www.instagram.com/fapaspt/ Tweets by ptfapas  

Saber mais

BAÚ DAS IDEIAS – JÚNIOR: Recuperação e restauro de ecossistemas

Educação e Ambiente 2021 #baudeideiasjuniorfapas A ONU declarou 2021-2030, a Década das Nações Unidas para o Restauro de Ecossistemas. Esta é a […]

Saber mais

Notícias

Convite aos Associados da FAPAS

Caros associados, O Centro de Formação FAPAS convida-os a assistirem, na Quinta de Chão de Carvalhos, ao curso “PRESERVAR A BIODIVERSIDADE, UMA […]

Saber mais

Green Savers – ONGAs portuguesas preocupadas com a conservação do lobo-ibérico no país

Foi aberto no início de julho o Edital n.º 2/2021 de Correção Extraordinária de Densidade de Javalis pelo Instituto da Conservação da […]

Saber mais

TSF: Ambientalistas acusam Governo de impedir avaliação séria sobre novo aeroporto

Os ambientalistas portugueses acusam o Governo de limitar a estratégia para o novo aeroporto de Lisboa e deixar de fora o caminho […]

Saber mais

Assinatura de Protocolo de Cooperação entre a FLUP e a FAPAS – Associação Portuguesa para a Conservação da Biodiversidade

A FLUP é a primeira instituição do ensino superior a aderir ao projeto BioSelo A Faculdade de Letras da Universidade do Porto, […]

Saber mais

RE-EDUCA: EDUCAR PARA UMA ECONOMIA CIRCULAR

DAR NOVA VIDA A SOBRAS EDITORIAIS

Promoção da economia circular, enquanto conceito estratégico que assenta na redução, reutilização, recuperação e reciclagem de materiais e energia e que incentiva a substituição do conceito de fim-de-vida da economia linear por novos fluxos circulares de reutilização, restauração e renovação, torna-se primordial para possibilitar a dissociação entre o crescimento económico e o aumento no consumo de recursos, relação até aqui vista como inexorável.