Projeto “BioSelo”

Apoiar ativamente a conservação e recuperação da Biodiversidade Perto do início da Década das Nações Unidas para Restauro dos Ecossistemas (2021-2030) a […]

Saber mais

Almanaque da Biodiversidade Portuguesa

Margaça-de-inverno

– Coroa (ou olho) central amarela com “pétalas” brancas – inflorescência aromática – Brácteas (escamas que revestem a base da flor) com […]

Saber mais

Bombus terrestris

– um dos maiores insectos voadores sociais – apenas as fêmeas apresentam corbícula (ou cesto do pólen) – duas faixas amarelas (uma […]

Saber mais

Falco tinnunculus

– espécie que não constrói ninho – conseguem imobilizar-se no ar – garras de cor preta A espécie da semana é o […]

Saber mais

Alosa alosa

– peixe migrador diádromo – mancha negra após o opérculo – presente em todas as bacias hidrográficas da Península Ibérica A espécie […]

Saber mais

Comunicados de imprensa

Projeto BAÚ DAS IDEIAS – na Década da ONU para o Restauro dos Ecossistemas (2021-2030)

Comunicado 18/03/2021 Inspirado na escultura feita no Monumento Natural de Los Barruecos (Cáceres), em 1978, por Wolf Vostell (1932-1998) a FAPAS – […]

Saber mais

Projeto da estrada das Ginjas é um atentado ao património natural da Madeira, dizem 9 ONG de Ambiente

Comunicado de Imprensa Funchal, 9 de fevereiro de 2021 Termina hoje o prazo de consulta pública da Avaliação de Impacte Ambiental do […]

Saber mais

A PROPÓSITO DO ENCERRAMENTO DA REFINARIA DE MATOSINHOS – Porque não restaurar os habitats naturais anteriores?

Comunicado 05/02/2021 – 08h00 Vieram a público notícias, nos últimos dias, sobre o eventual encerramento da refinaria de Matosinhos que, durante mais […]

Saber mais

CARTA ABERTA – O MINISTRO DO AMBIENTE NÃO TEM DE SER UM AMBIENTALISTA, MAS DEVE RESPEITAR OS CIDADÃOS AMBIENTALISTAS E AS SUAS ASSOCIAÇÕES

Exmo. Senhor Ministro do Ambiente e da Ação Climática, Eng. João Pedro Matos Fernandes O Ministro do Ambiente não tem de ser […]

Saber mais

Eventos

32ª ASSEMBLEIA GERAL DA FAPAS

CONVOCATÓRIA Nos termos do artigo 7º dos Estatutos da FAPAS (Associação Portuguesa para a Conservação da Biodiversidade), ouvida a Direção e a […]

Saber mais

Projeto: “Árvores Extraordinárias”

As Nações Unidas aprovaram o dia 21 de março como o Dia Internacional das Florestas. Nesta celebração, pretende-se contribuir para a consciencialização […]

Saber mais

Conferências da Natureza – Ação de Curta Duração com Certificação

De 9 janeiro a 17 abril 2021 Através da plataforma online https://meet.jit.si/Fapas As sessões serão abertas a todos os interessados. Como Ação […]

Saber mais

FAPAS Lança Desafio às Escolas: “Alerta: Plantas Exóticas Invasoras, uma Ameaça à Biodiversidade”

A educação ambiental para a sustentabilidade, nomeadamente na sua relação com a cidadania, constitui hoje um eixo fundamental da educação, como processo […]

Saber mais

Notícias

Admissão de Estagiário(a)

A FAPAS – Associação Portuguesa para a Conservação da Biodiversidade pretende admitir um estagiário(a) para acompanhamento de projetos e candidaturas a fundos […]

Saber mais

Expresso – Carta aberta ao Ministro do Ambiente

Carta aberta: o ministro do Ambiente não tem de ser um ambientalista mas deve respeitar os cidadãos ambientalistas e as suas associações […]

Saber mais

Jornal de Notícias: FAPAS renova alerta contra a poluição dos rios Ave e Onda

No dia 7 de Novembro de 2020, o Núcleo da FAPAS Salvar a ROM, a FAPAS deitaram baldes de água limpa na […]

Saber mais

Dia Europeu do Radão – 7 de novembro

No dia 7 de novembro é comemorado o Dia Europeu do Radão. Esta é uma iniciativa da “European Radon Association (ERA)” à […]

Saber mais

RE-EDUCA: EDUCAR PARA UMA ECONOMIA CIRCULAR

DAR NOVA VIDA A SOBRAS EDITORIAIS

Promoção da economia circular, enquanto conceito estratégico que assenta na redução, reutilização, recuperação e reciclagem de materiais e energia e que incentiva a substituição do conceito de fim-de-vida da economia linear por novos fluxos circulares de reutilização, restauração e renovação, torna-se primordial para possibilitar a dissociação entre o crescimento económico e o aumento no consumo de recursos, relação até aqui vista como inexorável.