Expresso – Estado “demitiu-se de responsabilidades na conservação da natureza”

A acusação é feita pela coligação de organizações ambientalistas C6, que aponta para a “má gestão de fundos públicos”

«A coligação C6 acusa o Estado português de “demissão de responsabilidades na conservação da natureza”, por não investir na gestão adequada das áreas a Rede Natura 2000, designadas para conservar habitats e espécies selvagens ameaçadas ou vulneráveis. “Perdemos entretanto sete anos sem que tenha havido o investimento necessário, por opção política”, acusa Domingos Leitão, coordenador da coligação que junta seis das principais organizações não governamentais de ambiente (ONGA) em Portugal — Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA), Liga para a Proteção da Natureza (LPN), GEOTA — Grupo de Estudos de Ordenamento do Território e Ambiente, Associação Natureza Portugal/ World Wild Fountation (ANP/ WWF), Quercus e Fundo para a Proteção dos Animais Selvagens (FAPAS).»

Texto completo em:

expresso-jornal

 

Pretende saber mais informações, contacte-nos

  • (*) RGPD (REGULAMENTO GERAL SOBRE A PROTEÇÃO DE DADOS - EU 2016/679)
    Os dados pessoais aqui recolhidos, para efeito de envio de informações e (no caso dos sócios efetivos) quotização, serão guardados enquanto a relação de associado se mantiver. Se pretender que os dados sejam corrigidos, restringidos ou eliminados, deve contactar o FAPAS, via email, para fapas@fapas.pt, ou através de carta registada para a morada indicada no rodapé desta página.
  • Este campo é para efeitos de validação e deve ser mantido inalterado.