Isurus oxyrinchus

O predador da semana é o tubarão-anequim ou tubarão-mako (Isurus oxyrinchus). As fêmeas podem atingir os 4 m de comprimento (os machos 3 m), e é o tubarão mais rápido do mundo, podendo atingir os 70 km/h. Com esta velocidade são especialistas em emboscadas, posicionando-se por baixo das suas presas e nadando rapidamente num angulo vertical para as caçar. Por isso é comum ver estes predadores a saltarem fora de água.

É também a sua técnica de emboscada que explica a sua coloração dicromática, sendo brancos por baixo para se camuflarem com a claridade da superfície dos peixes que nadam abaixo de si, e escuros por cima para se camuflarem com o fundo do oceano para as presas que nadam acima deles. Mas apesar disso, os ataques a humanos são pouco frequentes (vejam as estatísticas dos tubarões em geral aqui: https://www.floridamuseum.ufl.edu/shark-attacks/yearly-worldwide-summary/).

É uma espécie com distribuição global que habita águas quentes e temperadas, como a costa Portuguesa. No entanto, a sobrepesca já diminuiu drasticamente a sua abundância com estimativas de reduções rondando os 40%. As maiores ameaças são a pesca não direcionada do atum e espadarte, e a captura para remoção das barbatanas para o mercado asiático. A UE controla cerca de 22% do mercado mundial de tubarão, sendo Portugal o terceiro maior contribuidor, a seguir a Espanha e França.

Com a pressão adicional das alterações climáticas e consequente acidificação dos oceanos, as espécies marinhas estão em especial risco.

Como ajudar:

– comer menos atum e espadarte

– apoiar a iniciativa https://www.stop-finning-eu.org/

Links:

https://www.fao.org

https://www.cms.int/en/species/isurus-oxyrinchus

https://www.floridamuseum.ufl.edu/shark-attacks/yearly-worldwide-summary/

https://www.dn.pt/ciencia/sobrepesca-esta-a-extinguir-o-tubarao-anequim-13348766.html

https://www.natgeo.pt/animais/2021/07/entrevista-nuno-queiroz-tubarao-anequim-devia-ter-uma-quota-pesca-zero

Pretende saber mais informações, contacte-nos

  • (*) RGPD (REGULAMENTO GERAL SOBRE A PROTEÇÃO DE DADOS - EU 2016/679)
    Os dados pessoais aqui recolhidos, para efeito de envio de informações e (no caso dos sócios efetivos) quotização, serão guardados enquanto a relação de associado se mantiver. Se pretender que os dados sejam corrigidos, restringidos ou eliminados, deve contactar o FAPAS, via email, para fapas@fapas.pt, ou através de carta registada para a morada indicada no rodapé desta página.
  • Este campo é para efeitos de validação e deve ser mantido inalterado.